Aniversário, data para celebrar o dom da vida!


Meu pai eterno, minha nossa! Como o tempo passa rápido! Já estamos em agosto novamente, mês do meu aniversário. Mais uma etapa de minha vida que se acaba e outra que se inicia, preciso celebrar. Adoro comemorar meu aniversário, e você?


Quando criança, eu me lembro de esperar ansiosamente pelo dia do meu aniversário, que parecia nunca chegar! A gente cresce e, na verdade, o nosso aniversário perde um pouco da magia. Mesmo assim, é uma data de alegria, comemoração e muito amor! Esse dia parece ser só nosso! Recebemos mensagens de parabéns, ganhamos presentes e quase sempre comemoramos com aqueles que amamos. Ah, e o melhor é que essa data se repete todos os anos.


"Eu gosto de comemorar cada aniversário, pois a vida é uma graça divina. Cada ano vivido é uma graça concedida."

Eu gosto de comemorar cada aniversário, pois a vida é uma graça divina. Cada ano vivido é uma graça concedida. É importante saber celebrar cada coisa boa que acontece conosco e muitas vezes dar força para quem não consegue ou não pode celebrar. Por falar em comemorar aniversário, você sabe de onde veio essa tradição? Dar parabéns e celebrar com velas acesas é um costume muito antigo e rodeado de muitas crenças.


O hábito de comemorar a data do nascimento teve início na Roma Antiga. Os tradicionais bolos surgiram na Grécia pelos adoradores da deusa da caça, Ártemis, que tinham como costume levar para ela um bolo redondo, que simbolizava a Lua, com várias velas por cima.


Nas sociedades antigas, as comemorações eram restritas. Na Grécia e no Egito, eram apenas para deusas e faraós. Em Roma, para o imperador e sua família. Mas foi na Alemanha, na Idade Média, que os festejos começaram a se tornar mais tradicionais, pois os camponeses começaram a festejar os aniversários dos filhos com bolo e velas, uma com a idade da criança e outra que simbolizava a Luz da Vida.


Na Idade Média, as pessoas acreditavam que existiam espíritos bons e maus, e existia a crença que nos aniversários os espíritos maus causassem mal ao aniversariante. Por isso, era importante cercar o aniversariante de amigos e parentes, cujos votos de felicidade e suas próprias presenças protegeriam o aniversariante desses espíritos maus.


Por isso, era importante cercar o aniversariante de amigos e parentes, cujos votos de felicidade e suas próprias presenças protegeriam o aniversariante desses espíritos maus. Os presentes simbolizavam a proteção máxima, já que, além de tudo, causariam alegria em quem os recebesse.


"Nunca vou desistir de ir atrás dos meus sonhos e dos meus objetivos."

Presentear alguém no aniversário era muito importante, pois significava proteção. Além dos presentes, também era importante que houvesse comida para todos, pois as refeições em conjunto forneciam uma proteção adicional e ajudavam a atrair as bênçãos dos espíritos bons. Desse modo, as festas de aniversário desse tempo tinham como objetivo proteger o aniversariante do mal e trazer sorte para o novo ciclo.


Penso que hoje em dia a festa de aniversário tem como objetivo celebrar mais um ano de vida na companhia de amigos, familiares e pessoas importantes na vida do aniversariante. Mas sinto que os aniversários ainda são rodeados de algumas crenças populares, como é o caso da crença de que as velas no bolo adquiriram um caráter mágico, que atende aos pedidos de quem as apaga. Afinal, não existe apagar a velinha do bolo sem fazer um pedido, não é mesmo?


Eu amo festejar meu aniversário, tanto com minha família e parentes como também com meus amigos e colegas. A cada ano que vamos adquirindo, não é apenas mais idade que vamos acrescentando, mas sim mais experiência e aprendizado com as situações da vida. E você gosta de festejar o seu aniversário rodeado de mais pessoas ou prefere um momento mais reflexivo?


Lembro-me até hoje do meu aniversário de 15 anos, quando em vez de festa eu preferi uma viagem para a Disney. Foi maravilhoso! Quero muito voltar lá, uma porque amei e outra para conhecer o mundo do Harry Potter, que ainda não conheço. Outra festa para recordar foi no ano de 2019, que festejei com amigos numa casa noturna com música ao vivo. Foi demais! No ano passado, em função da pandemia, festejei meu aniversário só com os meus pais na cidade de Gramado. Também foi bom!


Ainda tenho na memória os aniversários que festejei lá na casa da minha dinda Nita, sempre rodeada de muito carinho. Ah, não posso me esquecer de uma festa surpresa que tive dos meus amigos da AFAD (Associação de Familiares e Amigos das Pessoas com Síndrome de Down). Foi uma surpresa e tanto! E, é claro, das festas dos meus aniversários de quando eu estava no grupo de jovens.


"Cada festa, para mim, foi muito especial; cada uma foi única. Com certeza tenho histórias de muito mais do que essas, mesmo assim parece que algumas ficaram mais vivas em minha mente."

Cada festa, para mim, foi muito especial; cada uma foi única. Com certeza tenho histórias de muito mais do que essas, mesmo assim parece que algumas ficaram mais vivas em minha mente. A cada aniversário, tem algo especial na minha casa. Por muitos anos, recebi café da manhã na cama. Agora já faz alguns anos que isso mudou para um almoço com o cardápio escolhido pelo aniversariante. Ah, não posso esquecer que sempre fazemos um churrasquinho com a família na cidade de Barra do Ribeiro, isso já é tradição na família. E agora já estou pensando no que vou fazer de especial nos próximos anos no dia do meu aniversário.


Em um deles, ganhei um quadro de um amigo que diz: “Somos do tamanho dos nossos sonhos”. Essa frase me representa e me estimula, porque eu sempre estou atrás dos meus desejos. Sonhos que pareciam tão difíceis, como o de me formar na faculdade, de me tornar uma escritora, de conhecer alguns lugares especiais, entre tantos outros que já realizei e tantos outros que tenho para realizar. Nunca vou desistir de ir atrás dos meus sonhos e dos meus objetivos. É muito bom receber presentes, é uma forma de carinho. Mas o importante mesmo é a presença das pessoas queridas em nossas vidas.


Agora os meus pensamentos vão para a luz da vida. Deus cuida de tudo e faz o sol brilhar para todos nós, mas hoje, dia 17 de agosto, eu gostaria de pedir a ele que brilhe em especial para mim. Que possa iluminar os meus caminhos, os meus passos, os meus sonhos e que possa irradiar pelas estradas da minha vida.


Fazer aniversário é olhar para o passado e ver como evoluímos e amadurecermos ao longo dos anos, assim como ser grato por tudo que já passou, por tudo que temos e conquistamos. Fazer aniversário também é olhar para o futuro com fé, esperança, determinação, foco, força de vontade, coragem, e acreditar que tudo vai dar certo. E, acima de tudo, é ser grato pelo verdadeiro presente: o dom da vida!


Matéria de Fernanda Machado para a coluna páginas do meu diário

Encontre-a no Instagram: @fefe.smachado